Qual são os alimentos sem leite que possuem cálcio

Alimento com cálcio

Quandos nós falamos mais especificamente de cálcio, quase que automaticamente nos lembramos do leite. Falei dele no artigo anterior, inclusive.

O leite é citado como o principal alimento que contém cálcio não só pela sua comodidade, mas por conta da sua alta concentração do mineral em sua composição. Porém, todos nós sabemos que existem pessoas que possuem alergia ou intolerância à lactose. Para tais pessoas, fiquem tranquilos: existem alimentos que possuem cálcio que não estão associados ao leite.

Para começar te ajudando ainda mais, veja este vídeo sobre os melhores alimentos ótimos para a sua dieta sem lactose:

Pronto para anotar?

  •         Brócolis

Este alimento, cru, possui cerca de 400 mg de cálcio junto a quase cem gramas. Sei que parece pouco mas, ao ser consumido de maneira certa, pode impedir os problemas de tireoide, evitando até quadros mais graves de hipotireodismo. É por conta disso que vamos recomendar o consumo do brócolis de maneira cozida ou no vapor.

Quando você começar o seu processo de cozimento, mesmo que ele perca metade da sua quantidade inicial de cálcio, você ainda consegue consumir outros nutrientes como os antioxidantes, fibras e vitaminas A e C;

  •         Tofu

Sei que não é um alimento tão fácil de achar e preparar, mas o tofu pode ser um concorrente direto ao leite: para você ter uma ideia, tanto um quanto o outro conseguem conter até 100 mg de cálcio em sua composição. Em alguns casos, o tofu pode até superá-lo. No entanto, imagine que nós absorvemos muito melhor o cálcio dos alimentos de origem animal quando eles são de completa origem animal.

Mesmo assim, este tipo de alimento consegue nos fornecer uma boa quantidade do nutriente, além de ser também rico em proteínas, magnésio e fósforo;

  •         Espinafre

Sendo um alimento antioxidante e também rico em fibras, o espinafre também consegue ser um ótimo aliado para dietas com cálcio. Para você ter uma ideia, apenas 100 g do alimento consegue conter mais de 150 mg do mineral essencial para os nossos ossos. Além disso, outra característica incrível do espinafre é seu teor de ferro, fazendo com que seja bastante indicado para as pessoas que frequentemente sofrem com a anemia ferropriva.

Felizmente, o espinafre consegue ser comprado e consumido fácilmente;

  •         A linhaça

A linhaça, além de ser uma ótima aliada na vida de pessoas que buscam o emagrecimento saudável, também pode ser de grande ajuda para um cardápio com base em cálcio. Uma porção de 100g deste alimento, por exemplo, pode conter até 200 mg somente de cálcio. Porém, trata-se de um alimento bem calórico e deverá ser consumido sempre com moderação.

O que é o cálcio?

Então você não sabe o que é o cálcio? Tudo bem! Nós da Bonneval vamos fazer você entender e começar a consumi-lo de maneira que te ajude no seu bem estar.

cálcio

Para começar, o cálcio é um mineral que é utilizado frequentemente pelo nosso corpo. Seus dentes e ossos, por exemplo, contém a maior parte do cálcio. Porém, suas células nervosas, sangue, tecidos corporais e outras partes do seu corpo também contém cálcio.

Este mineral está entre os mais importantes para o nosso corpo. Para você ter uma ideia, é exatamente ele que vai ajudar na formação de todos os nossos dentes e ossos de maneira saudável. Logo, um nível adequado de cálcio no corpo durante a nossa rotina diária poderá ajudar contra casos de osteoporose.

– Mas o que é osteoporose?

Vamos lá!

A Osteoporose trata-se de uma doença relacionada a perda acelerada de nossa massa óssea, potencializando ainda mais o envelhecimento e provocando a diminuição na absorção de minerais pelo nosso corpo, aumentando ainda mais a fragilização dos ossos. É desta forma que nosso corpo acaba aderindo a fraturas leves até as mais graves.

Trata-se de um problema que é realmente comum em mulheres logo após a menopausa, uma vez que consiste diretamente em sua massa óssea junto a alterações em sua microestrutura.

O caso aqui é que a osteoporose o deixa mais frágil por diminuir a força da sua estrutura óssea, aumentando ainda mais a probabilidade de se machucar.

Infelizmente, estamos tratando de uma doença quase que muda e que evolui gradativamente. É por conta disso que o consumo de cálcio de maneira regular torna-se tão importante para a prevenção de certos casos.

Para você aproveitar bem a quantidade de cálcio nos alimentos, procure cozinha-los em pequena quantidade o menor tempo possível com água, mantendo cada vez mais o cálcio presente no alimento.

Tenha sempre cuidado com os alimentos ricos em cálcio que você vai consumir. Algumas fibras, por exemplo, como o farelo de trigo e outros alimentos com ácido oxálico acabam se ligando com o cálcio, evitando que ele seja absorvido de maneira natural. É por isso que algumas folhas verdes acabam não sendo consideradas como fonte interessante de cálcio, uma vez que seu corpo não tem capacidade suficiente de absorvê-lo da maneira que deveria.

Como recomendação, tente considerar que a fonte preferida de cálcio será os alimentos dentro do grupo de lácteos. Porém, para pessoas que são veganas ou não podem consumir este alimento, não importando o motivo, deverá procurar uma suplementação adequada de cálcio para evitar seus efeitos colaterais.

Todo o cuidado é pouco na hora de cuidar da suplementação e dieta baseada no consumo de cálcio. O aumento deliberado do mesmo, por exemplo, pode aumentar consideravelmente o risco de pedras nos rins.

As pessoas que acabam não recebendo a quantidade de cálcio o suficiente ao longo do tempo poderão, conforme já dito, desenvolver casos mais graves de osteoporose e outras doenças não tão conhecidas. Quer saber a verdade? De nada vai adiantar se encher de cálcio depois que você adquirir a doença. O ideal é consumir cálcio de maneira saudável e sem trazer nenhum risco para a sua saúde.

Já falando um pouco mais referente aos valores, os mesmos acabam por variar de acordo com idade e sexo, incluindo sempre o nível diário de ingestão para ser o suficiente para antender todas as nossas necessidades nutricionais. Logo, ir para um nutricionista para analisar a porção certa de cálcio diário junto ao leque de opções de alimentos torna-se a primeira opção para começar a cuidar dos seus ossos sendo, sem dúvida nenhuma, uma das partes mais importantes do seu corpo.